Um modelo de enfermagem como sistema complexo adaptativo

Mariana Vieira, Patrícia Klock, Roberta Costa, Alacoque Lorenzini-Erdmann

Resumen


O surgimento e a utilização dos sistemas complexos adaptativos vieram ao encontro da necessidade de dispormos de uma nova alternativa baseada nos paradigmas já existentes. No que se refere ao sistema de saúde e a Enfermagem, ambos podem ver-se como sistemas complexos adaptativos que aplicam um modelo visual que necessita explorar-se, avançando e potencializando assim a complexidade da ciência de enfermagem e de cuidados de saúde. Com este enfoque, o enfermeiro se mostra como um sistema complexo adaptativo, dinâmico, que interage, e como um agente de um sistema complexo adaptativo dentro de uma unidade de enfermagem. Esta, por sua vez, é um sistema complexo adaptativo dentro de uma organização de saúde. Atualmente o profissional enfermeiro, na busca de se manter atualizado e qualificado para a execução de suas atividades, assim como para visualizar seu ambiente de trabalho com as lentes de um sistema complexo, tem procurado qualificar-se em diferentes especialidades, desde enfermagem neonatal até os cuidados geriátricos. Portanto, a organização do sistema de cuidados proporciona, através dos sistemas complexos, sustentação no saber compartilhado dos vários profissionais e, no trabalho em equipe, a expressão na cumplicidade da teia entre usuários-clientes e profissionais.

Palabras clave


Organização e administração, saúde, modelos de enfermagem. (Fonte: DeCs, BIREME).

Texto completo:

PDF HTML

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c)



Indexada en: Scopus (Q4)SciELO Citation IndexRedalycPublindex (C), Lilacs, EBSCO-Fuente Académica, DOAJDialnetCuidenLatindex (catálogo)PERIÓDICA, Ulrich's, Google AcadémicoProQuest - Social Science Journals

Correo electrónico: aquichan@unisabana.edu.co
Canje: canje.biblioteca@unisabana.edu.co