Violência contra idosos em um município do sul de minas gerais: uma análise documental

Autores/as

DOI:

https://doi.org/10.5294/aqui.2018.18.4.7

Palabras clave:

Anciano, adulto mayor, violencia, maltrato al anciano, derechos de los ancianos, derechos del adulto mayor, enfermería

Resumen

Violencia contra los ancianos: un análisis documental

Violence Against Elderly People: A Documentary Analysis

Objetivo: analizar los casos de violencia contra ancianos en un municipio del sur de Minas Gerais (Brasil), en un periodo de 13 años. Materiales y método: estudio cuantitativo, retrospectivo, documental y analítico, que utilizó datos del Consejo Municipal del Anciano. La recolección de los datos referentes al periodo de 2004 a 2016 se dio en el primer semestre de 2017. Para el análisis de tendencia de los casos de violencia, se empleó la regresión lineal simple. Resultados: se registraron 389 denuncios; sin embargo, solo 273 caracterizaban denuncios de violencia contra el adulto mayor. En cuanto al agresor, el 39,56 % era de sexo masculino y el 43,59 % eran hijos de las víctimas. En relación con el tipo de violencia, se destacó la negligencia (34,80 %), seguida de la violencia psicológica (16,12 %) y financiera (8,79 %). Se evidenció una relación estadísticamente significativa entre el sexo de la víctima (p = 0,017), la relación entre víctima y denunciante (p < 0,001) y la relación entre víctima y agresor (p < 0,001), con el tipo de violencia. Conclusión: la violencia contra el adulto mayor en tal municipio implica, sobre todo, a los familiares de los individuos. Hay necesidad de capacitar a los profesionales que atienden estos casos y hay que elaborar una herramienta completa y estandarizada para el registro de incidencias y ampliación de investigaciones en el área, con el fin de que se implanten acciones que combatan la violencia contra el anciano.

Para citar este artigo / Para citar este artículo / To reference this article

Silva GCNAlmeida VLBrito TRPGodinho MLCNogueira DAChini LT. Violência contra idosos: uma análise documental. Aquichan 2018; 18(4): 449-460. DOI: 10.5294/ aqui.2018.18.4.7

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Biografía del autor/a

Gabriela Cruz Noronha Silva, Universidade Federal de Alfenas - UNIFAL/MG

Enfermeira da Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Alfenas, Minas Gerais, Doutoranda pelo PPG Saúde na Comunidade da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Brasil

Vanessa Lourenço Almeida, Universidade Federal de Alfenas

Enfermeira, Escola de Enfermagem, Universidade Federal de Alfenas.

Tábatta Renata Pereira de Brito, Faculdade de Nutrição da Universidade Federal do Alfenas. Brasil.

Enfermeira, Docente da Faculdade de Nutrição da Universidade Federal do Alfenas. Brasil.

Mônica La-Salette da Costa Godinho, Universidade Federal de Alfenas

Docente da Escola de Enfermagem da Universidade Federal do Alfenas. Brasil.

Denismar Alves Nogueira, Universidade Federal de Alfenas

Deocente da Universidade Federal de Alfenas

Lucélia Terra Chini, Universidade Federal de Alfenas

Enfermeira, Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Alfenas

Citas

Rodrigues RAP, Monteiro EA, Santos AMR, Ponte MLF, Fhon JRS, Bolina AF et al. Older adults abuse in three Brazilian cities. Rev Bras Enferm. 2017;70(4): 783-91. DOI: 10.1590/0034-7167-2017-0114

World Health Organization (WHO). Global status report on violence prevention. Geneva: WHO [citado em 20 abril 2018]. Disponível em: http://www.who.int/iris/handle/10665/145086

Correia TMP, Leal MCC, Marques APO, Salgado RAG, Melo HMA. Perfil dos idosos em situação de violência atendidos em serviço de emergência em Recife-PE. Rev Bras Geriatr Gerontol. 2012; 15(3): 529-36. DOI: 10.1590/S1809- 98232012000300013

Bellal J, Mazhar K, Bardiya Z, Narong K, Tahereh O, Viraj P et al. Prevalence of Domestic Violence Among Trauma Patients. JAMA Surg. 2015; 150(12): 1177-83. DOI: 10.1001/jamasurg.2015.2386

Brasil. Subsecretaria Especial dos Direitos Humanos. Plano de ação para o enfrentamento da violência contra a pessoa idosa. Brasília: Subsecretaria Especial dos Direitos Humanos; 2007.

Cooper C, Livingston G. Intervening to reduce elder abuse: challenges for research. Age And Ageing. 2016; 45(2): 184-5. DOI: 10.1093/ageing/afw007.

Wanderbroocke ACNS, Moré CLOO. Estrutura e funcionamento familiar e a violência contra idosos. Psicol Argumento. 2013; 74(31): 395-403. DOI: 10.7213/psicolargum.v31i74.19929.

Crippa A, Rohde KLC, Schwanke CHA, Feijó AGS. Violência contra pessoa idosa a partir da análise de boletins de ocorrência. Sistema Penal & Violência. 2016; 8(2): 220-30. DOI: 10.15448/2177-6784.2015.1.20576

Sampaio LS, Ferraira MJSF, Sampaio TSO, Souza WP, Prado APS, Reis LA. Violência Física em Idosos. C&d — Rev Eletr Fainor. 2017; 2(10): 188-200. Disponível em: http://srv02.fainor.com.br/revista/index.php/memorias/article/view/661

Dias I. Violência doméstica e justiça: respostas e desafios. Sociologia: rev sociologia FLUP. 2010; 1(20): 245-62. Disponível em: http://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/8796.pdf

Duque AM, Leal MCC, Marques APO, Eskinazi FMV, Duque AM. Violência contra idosos no ambiente doméstico: prevalência e fatores associados (Recife/PE). Ciênc Saúde Coletiva. 2012; 17(8): 2199-208. DOI: 10.1590/S1413-81232012000800030

Ploner KS, Hoffmann RM, Baldissera FB. Violência contra idosos: análise das denúncias e seu atendimento no Creas. RBCEH. 2015; 11(2): 141-51. DOI: 10.5335/rbceh.2012.4009

Oliveira MLC, Gomes ACG, Amaral CPM, Santos LB. Características dos idosos vítimas de violência doméstica no Distrito Federal. Rev Bras Geriatr Gerontol. 2012; 15(3): 555-66. DOI: 10.1590/S1809-98232012000300016

Irigaray TQ, Esteves CS, Pacheco JTB, Grassi-Oliveira R, Argimon IIL. Maus-tratos contra idosos em Porto Alegre, Rio Grande do Sul: um estudo documental. Estud. Psicol. 2016; 33(3): 543-51. DOI: 10.1590/1982-02752016000300017

Mascarenhas MDM, Andrade SSCA, Neves ACM, Pedrosa AAG, Silva MMA, Malta DC. Violência contra a pessoa idosa: análise das notificações realizadas no setor saúde — Brasil, 2010. Ciênc Saúde Coletiva. 2012; 17(9): 2331-41. DOI: 10.1590/S1413-81232012000900014

Queiroz ZPV, Lemos NFD, Ramos LR. Fatores potencialmente associados à negligência doméstica entre idosos atendidos em programa de assistência domiciliar. Ciênc Saúde Coletiva. 2010; 15(6): 2815-24. DOI: 10.1590/S1413- 81232010000600019

Carvalho MI. Cartografia das Políticas de Combate à Violência em Idosos. Um Estudo Exploratório. RASP. 2013; 1(1): 54- 76. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/277967007_Cartografia_das_Politicas_de_Combate_a_Violencia_em_Idosos_Um_Estudo_Exploratorio

Brasil. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal; 1988.

Ribot VC, Rousseaux E, Garcia TC, Arteaga E, Ramos H, Alfonso M. Psychological the most common elder abuse in a Havana neighborhood. MEDICC Rev. 2017; 2(17): 39-43. Disponível em: http://www.medigraphic.com/pdfs/medicreview/mrw-2015/mrw152i.pdf

Silva CFS, Dias CMSB. Violência contra idosos: perfil sociodemográfico dos familiares agressores, tipos de violência impetrada e motivações para sua ocorrência. Rev Eletron Gestão Saúde. 2015;7(2):563-81. DOI: 10.18673/gs.v7i2.22040

Menezes MR. Violência contra idosos: é preciso se importar! Em: Berzins, MV, Malagutti, W. organizadores. Rompendo o silêncio: faces da violência na velhice. São Paulo: Matinari; 2010. p. 27-58.

Souza MB, Silva MS, Abreu GS. Violência Doméstica entre Parceiros Íntimos: Questões Culturais e Sociais acerca dos Homens Autores de Violência. Id Online: Rev Multidisc Psicol. 2017; 38(11): 388-407. DOI: 10.14295/idonline.v11i38.897

Brasil. Secretaria dos Direitos Humanos. Quer um conselho? Guia prático para a criação de conselhos e fundos estaduais e municipais de defesa dos direitos da pessoa idosa. Brasília: Secretaria dos Direitos Humanos; 2013.

Jesus JCL, Neves PSC. A violência contra idosos em Aracaju: um reflexo das modificações sociais da imagem de velhos em sociedades modernas 2010. Aracaju. Dissertação (mestrado em Sociologia) — Universidade Federal de Sergipe; 2010.

Mota TB, Oliveira Júnior AMC, Freitas AF. Desenvolvimento e uso de um software de gestão sob a ótica das dimensões organizacional, tecnológica e humana em empresas públicas. Navus: Rev Gestão Tecnol. 2016; 3(6): 70-87. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=5580761

Brasil. Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS). Resolução n.º 109, de 11 de novembro de 2009. Aprova a Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais. Diário Oficial da União 2009; 11 de novembro.

Yon Y, Mikton CR, Gassoumis ZD, Wilber KH. Elder abuse prevalence in community settings: a systematic review and meta-analysis. Lancet Glob Health. 2017; 5(2): 147-56. DOI: 10.1016/S2214-109X(17)30006-2

Santos AJ, Nicolau R, Fernandes AA, Gil AP. Prevalência da violência contra as pessoas idosas: uma revisão crítica da literatura. RCAAP. 2013; 1(72): 53-77. Disponível em: http://journals.openedition.org/spp/1192

Sooryanarayana R, Choo WY, Hairi NN, Chinna K, Hairi F, Ali ZM et al. The prevalence and correlates of elder abuse and neglect in a rural community of Negeri Sembilan state: baseline findings from The Malaysian Elder Mistreatment Project (MAESTRO), a population-based survey. BMJ Open. 2017;7(8):1-10.

Minayo MCS. Violência contra idosos: importante para um velho problema. Cad Saúde Pública. 20031 Bandeira L. Violência de gênero: a construção de um campo teórico e de investigação. Sociedade Estado. 2014; 29(2): 449-69.

Bandeira L. Violência de gênero: a construção de um campo teórico e de investigação. Sociedade Estado. 2014; 29(2): 449-69. DOI: 10.1590/S0102-69922014000200008

Machin R, Couto MT, Silva GSN, Schraiber LB, Gomes R, Santos F et al. Concepções de gênero, masculinidade e cuidados em saúde: estudo com profissionais de saúde da atenção primária. Ciênc Saúde Coletiva. 2011; 16(1): 4503-12. DOI: 10.1590/S1413-81232011001200023

Castro VC, Rissardo LK, Carreira L. Violence against the Brazilian elderlies: an analysis of hospitalizations. Rev Bras Enferm. 2018; 71(suppl 2): 777-85. DOI: 10.1590/0034-7167-2017-0139

Alencar KCA, Santos JO, Hino P. Vivência de situação de violência contra idosos. Rev Enferm Atenção Saúde. 2014; 3(1): 74-83. Disponível em: http://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/enfer/article/view/932

Guimarães APS, Górios C, Rodrigues CL, Armond JE. Notificação de violência intrafamilar contra a mulher idosa na cidade de São Paulo. Rev Bras Geriatr Gerontol. 2018; 21(1): 91-7. DOI: 10.1590/1981-22562018021.160213

Publicado

2018-12-06

Cómo citar

Silva, G. C. N., Almeida, V. L., Brito, T. R. P. de, Godinho, M. L.-S. da C., Nogueira, D. A., & Chini, L. T. (2018). Violência contra idosos em um município do sul de minas gerais: uma análise documental. Aquichan, 18(4), 449–460. https://doi.org/10.5294/aqui.2018.18.4.7

Número

Sección

Artículos